7 coisas que acabam com a nossa energia

Todos nós sentimos por vezes, uma quebra de energia. Decidi então partilhar com vocês 7 coisas, ou atitudes que tomamos por vezes e que pura e simplesmente acabam com a nossa energia:

  1. Fingir que estamos bem ou que está tudo bem. Ninguém está bem sempre. Todos nós temos fases menos positivas…não precisamos esconder do mundo inteiro que não estamos bem. É normal, é natural…todos passamos por isso. 
  2. Viver no passado. Pois bem, aqui está algo que eu sei que não é fácil…falo por experiência própria, e como tal sei que, viver no passado não nos ajuda em nada. O passado ficou lá atrás por alguma razão muito forte. O passado não define o nosso presente nem o nosso futuro…somos nós que definimos, somos nós que o construímos. Não é fácil, mas vamos tentar…todos os dias, dia após dia…ok?
  3. Agradar a todas as pessoas. Não…de todo!! Não podemos e nem devemos agradar a todas as pessoas. Cada um de nós é um ser único…cada um de nós tem qualidades e defeitos também. Temos sim de aprender a viver com as qualidades e defeitos uns dos outros. Isso sim é viver em harmonia…isso sim é amor. Nunca ninguém agradou a todas as pessoas!
  4. Querer dar conta de tudo. Algo que pode até parecer possível, mas que na realidade não é! Querer controlar tudo, querer saber e fazer tudo. Não. Até mesmo porque não é saudável para nós mesmos! Todos temos de parar um pouco…pela nossa sanidade mental e também pelo nosso crescimento pessoal e espiritual.
  5. Viver a vida dos outros. Quantas vezes nos damos conta e estamos a pensar na vida da vizinha, da amiga, da prima??? Pois bem, cada um com os seus problemas, cada um com os seus afazeres…devemos sim viver a nossa vida. Se o fizermos, estaremos a dar a devida atenção ao que é realmente importante para nós, sem correr o risco de descuidar aquilo que é única e exclusivamente, a nossa vida
  6. Reclamar. Algo difícil para algumas pessoas, mas não impossível. Reclamar é fácil…,mas baixa imenso a nossa energia, a nossa vibração diminui muito…além de estarmos a atrair apenas coisas menos positivas. O pensamento comanda e, ao termos pensamentos e sentimentos de gratidão em vez de estarmos constantemente a reclamar, estaremos sim a atrair tudo de positivo para nós e para quem  nos rodeia. 
  7. Pensar demais. Pensar é bom sim…ajuda a tomar decisões, a solucionar problemas, entre tantos outros. Mas, tudo o que é em excesso faz mal e pensar não é exceção. Devemos pensar sim, mas devemos também tirar uns minutos diariamente sem pensar…a melhor forma de o fazer??? Meditar. Sem dúvida que das melhoras formas de não pensar e ainda com a vantagem de nos ajudar em tudo o que seja possível e imaginário. 

 

Espero ter ajudado e espero de coração que tentem evitar estas 7 coisas que nos prejudicam tanto.

 

Eu, Paula!

10 passos para a Liberdade

Cada vez mais me apercebo de como é difícil nos sentirmos livres…libertos. Assim sendo, e como quero ajudar todos os que conseguir, fica aqui uma pequena lista de 10 passos apenas para a liberdade. Pode não parecer fácil mas, acreditem que será o melhor presente que poderão dar a vocês mesmos.

  1.  Não faças comparações. De nada nos vale fazer comparações. Cada um de nós é aquilo que tem que ser, tem aquilo que tem que ter. Cada um de nós é um ser único e como tal não podemos comparar ninguém a outro alguém. 
  2. Abandona a competição. Porque razão temos que ser melhores, mais rápidos, mais eficazes ou até mesmo mais inteligentes do que outro?? Não faz sentido competir quando podemos dedicar esse tempo a ajudar alguém. Competir traz rivalidade e a rivalidade não é positiva. 
  3. Menos julgamentos. Julgar…um acto tão automático que fazemos sem sequer nos darmos conta. Mais uma vez, cada um de nós é um ser único! Não podemos julgar alguém pelo simples facto de que, não vivemos a vida daquela pessoa…não calçámos os sapatos desse alguém, não sentimos o que o outro sente, pensa ou vive. 
  4. Larga a raiva. É tão fácil sentir raiva…difícil mesmo é controlar ou não a sentir. Pois bem, a raiva é nada mais nada menos que, um sentimento…que podemos obviamente fazer um esforço para não sentir. É fácil?? Não!! Mas se não tentarmos não conseguimos de certeza. 
  5. Abandona a culpa. Todos nós já sentimos culpa de algo que fizemos ou dissemos…acontece…a qualquer pessoa. O importante é termos a consciência do nosso erro, pedir desculpa por ele e, esforçar-nos para não o repetir. Aceitar que faz parte e não repetir. 
  6. Alivia as  preocupações. Elas fazem parte da nossa vida e não, não desaparece, só porque sim mas, não é por estarmos constantemente preocupados que as coisas se irão resolver. É importante ter noção das coisas mas não devemos fazer das preocupações o nosso pensamento ou sentimento constante. 
  7. Anula o medo. O medo é um sentimento que não controlamos de todo e, se por um lado faz parte e até tem o seu lado positivo em certas situações, não podemos nem devemos deixar-nos dominar por ele no nosso dia a dia. Ele bloqueia a nossa vida e faz com que não consigamos muitas vezes seguir em frente. 
  8. Abandona o passado. Pois bem…o passado pertence ao…passado! Passou…ficou lá atrás. Devemos viver o presente sem olhar para trás e sem medo do que ainda vai chegar. Viver no aqui e agora…este é o truque para a nossa liberdade e paz
  9. Sê verdadeiro contigo mesmo. Nada como sermos verdadeiros com a pessoa mais importante das nossas vidas…nós mesmos! De nada adianta tentar enganar o nosso próprio eu. Ninguém nos conhece melhor que nós mesmos…para o bem e para o mal! 
  10. Confia no universo. Cada um de nós tem a sua missão traçada mesmo antes de vir para este mundo…antes mesmo de nascer. Então, confia! Tudo vai correr como tem que ser. Confia e mantém o pensamento positivo…

Estes  pequenos passos, podem parecer difíceis de concretizar mas, tenta segui-los…Verás a diferença no teu dia a dia…na tua vida.

 

Eu, Paula.

Brilha sempre

Tenho percebido ao longo do tempo, e com a ajuda do meu trabalho que, nem sempre as pessoas entendem o brilho que trazem consigo. É tão mais fácil viver apenas, é tão mais fácil seguir no modo automático… Pois a verdade é que todos nós, todos sem exceção, temos o nosso próprio brilho! Todos nós somos um cristal lapidado ao seu jeito mas carregado de brilho.

FileDownload (1)

Somos habituados desde cedo, desde crianças, a não expressar certas coisas, a não falar de determinados assuntos…a não fazer ou dizer certas coisas para não parecer mal. Somos formatados para ser aquilo que é o dito normal…mas afinal o que é normal??? Porque temos que seguir todos o mesmo caminho? Porque somos todos ensinados da mesma forma quando, somos todos únicos?

O brilho perde-se logo aqui, onde nos ensinam a ser igual ao outro, onde nos incutem a competição…mesmo na primeira fase escolar, já somos ensinados a competir…nem que seja pela melhor nota da turma…

Pois bem, tudo isto são limitações que acabam por fazer-nos deixar de entender o brilho que cada um tem consigo mesmo. Todos podemos mostrar o nosso brilho sem que isso seja mais uma competição.

Brilhemos então pois não há nada mais maravilhoso do que ver o brilho que temos cá dentro e talvez, quem sabe um dia, todos juntos, sejamos “o” brilho que o universo criou.

 

Eu, Paula.