Limpeza Espiritual em 21 dias com Oração de Arcanjo Miguel

Hoje venho partilhar convosco uma oração da qual me falaram á imenso tempo, e que eu própria já fiz várias vezes. Já foi muito divulgada e partilhada em vários sites mas nunca é demais dar a conhecer algo tão positivo. Aconselho todas as pessoas a fazerem pelo menos uma vez na vida pois só assim conseguirão ver como ela é realmente poderosa.

Trata-se de uma oração simples que vai iniciar um processo de limpeza das nossas limitações espirituais, parasitas mentais, formas de pensamento e todos os tipos de “maldição” que possamos ter. É muito importante que façamos esta oração durante 21 dias seguidos, sem falhar nenhum, de preferência sempre no mesmo horário…o que for mais conveniente para cada um de nós. Caso, por alguma razão, tenhamos falhado um dia, devemos recomeçar de novo os 21 dias.

Oração do Arcanjo Miguel

“Eu apelo ao Cristo para acalmar meus medos e para apagar todo mecanismo de controle externo que possa interferir com esta cura. Eu peço a meu Eu Superior que feche minha aura e estabeleça um canal Crístico para os propósitos de minha cura, para que só as energias Crísticas possam fluir até mim. Não se poderá fazer outro uso deste canal que não seja para o fluxo de energias Divinas.

Agora apelo ao Arcanjo Miguel, da 13ª Dimensão, para que sele e proteja completamente esta sagrada experiência. Agora apelo ao Círculo de Segurança da 13ª dimensão para que sele, proteja e aumente completamente o escudo de Miguel Arcanjo, assim como para que remova qualquer coisa que não seja de natureza Crística e que exista atualmente dentro deste campo.

Agora apelo aos Mestres Ascensionados e a nossos assistentes Crísticos para que removam e dissolvam completamente, todos e cada um dos implantes e suas energias semeadas, parasitas, armas espirituais e dispositivos de limitação autoimpostos, tanto conhecidos como desconhecidos. Uma vez completado isso, apelo pela completa restauração e reparação do campo de energia original, infundido com a energia dourada de Cristo.

Eu sou livre! Eu sou livre! Eu sou livre! Eu sou livre! Eu sou livre! Eu sou livre! Eu sou livre!

Eu, o ser conhecido como (declare seu nome) nesta encarnação particular, por este meio revogo e renuncio a todos e cada um dos compromissos de fidelidade, votos, acordos e/ou contratos de associação que já não servem a meu bem mais elevado, nesta vida, vidas passadas, vidas simultâneas, em todas as dimensões, períodos de tempo e localizações. Eu agora ordeno a todas as entidades (que estão ligadas com esses contratos, organizações e associações às que agora renuncio) que cessem e desistam e que abandonem meu campo de energia agora e para sempre e em forma retroativa, levando seus artefatos, dispositivos e energias semeadas. Para assegurar isto, eu agora apelo ao Sagrado Espírito Shekinah para que seja testemunha da dissolução de todos os contratos, dispositivos e energias semeadas que não honram a Deus. Isto inclui todas as alianças e seres que não honram a Deus como Supremo. Ademais, eu peço que o Espírito Santo “testemunhe” essa liberação completa de tudo que infringe a vontade de Deus. Eu declaro isto adiante e retroativamente. E assim seja.

Ademais, dedico meu ser à minha própria maestria e ao caminho da ascensão, tanto do planeta como o meu. Havendo declarado tudo isto eu agora autorizo ao Cristo e ao meu próprio Eu Superior para que façam mudanças em minha vida para acomodar esta nova dedicação e peço ao Espírito Santo que testemunhe isto também. Eu agora declaro isto a Deus. Que seja escrito no Livro da Vida. Que assim seja. Graças a Deus.

Ao Universo e à Mente de Deus inteira e a cada ser Nela contido, a todos os lugares onde tenha estado, experiências das quais tenha participado e a todos os seres que necessitam desta cura, sejam conhecidos ou desconhecidos de mim: qualquer coisa que se mantenha entre nós, eu agora curo e perdôo.

Eu agora apelo ao Santo Espírito Shekinah, ao Senhor Metatron, ao Senhor Maitreya e a Saint Germain para que ajudem e testemunhem esta cura. Eu os perdôo por tudo o que necessite ser perdoado entre vocês e eu. Eu lhes peço que me perdoem, por tudo o que necessite ser perdoado entre vocês e eu. O mais importante, eu me perdôo a mim mesmo, por tudo o que necessite ser perdoado entre minhas encarnações passadas e meu Eu Superior.

Estamos agora coletivamente curados e perdoados, curados e perdoados, curados e perdoados. Todos estamos agora elevados a nossos seres Crísticos. Nós estamos plenos e rodeados com o amor dourado de Cristo. Nós estamos plenos e rodeados da dourada Luz de Cristo. Nós somos livres de todas as vibrações de 3ª e 4ª dimensões de dor, medo e ira. Todos os cordões e laços psíquicos unidos a essas entidades, dispositivos implantados, contratos ou energias semeadas, estão agora liberados e curados. Eu agora apelo a Saint Germain para que transmute e retifique com a Chama Violeta todas as minhas energias que me foram tiradas e as retorne a mim agora em seu estado purificado.

Uma vez que estas energias regressaram a mim, eu peço que esses canais, através dos quais se drenava minha energia, sejam dissolvidos completamente. Eu peço ao Senhor Metatron que nos libere das cadeias da dualidade. Eu peço que o selo do Domínio do Cristo seja colocado sobre mim. Eu peço ao Espírito Santo que testemunhe que isto se cumpra. E assim é.

Eu agora peço ao Cristo que esteja comigo e cure minhas feridas e cicatrizes. Eu também peço ao Arcanjo Miguel que me marque com seu selo, que eu seja protegido(a) para sempre das influências que me impedem de fazer a vontade de nosso Criador.

E assim seja! Eu dou graças a Deus, aos Mestres Ascensionados, ao Comando Ashtar Sheran, aos Anjos e Arcanjos e a todos os demais que tem participado nesta cura e elevação contínua de meu ser. Selah. Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do Universo! “Kodoish, Kodoish, Kodoish, Adonai Tsebaioth.”

É uma oração um pouco longa, mas que vale mesmo a pena fazer.

Experimentem e contem-me todas as vossas experiências pois com certeza irão existir imensas. Alguma dúvida ou questão, estejam á vontade para deixar nos comentários.

 

Eu, Paula!

Exercício da Gratidão

Gratidão não é agradecer apenas…gratidão é termos a consciência do que temos e agradecer de coração por termos…não ter no sentido de ser nosso, do apego, mas sim no sentido de sermos priveligiados por aquilo fazer parte da nossa vida. 

O universo funciona através da lei da atração (tema para un outro post) e tudo aquilo que pensamos e dizemos, materializamos. Se os nossos pensamentos são de sofrimento, de perda, de alguém que nunca está bem com o que tem ou pura e simplesmente nem sequer damos conta do que temos por constantemente estarmos a desejar algo novo, então o que o Universo nos vai devolver é apenas isso…as nossas preocupações, as nossas frustrações. 

Para que o Universo nos presenteie com aquilo que realmente queremos/merecemos, é necessário que sejamos, antes de mais, gratos pelo que temos.

Gratos pelas coisas mais simples, como o ar que respiramos por exemplo, a água que temos a correr nas nossas torneiras e, que infelizmente, nem todas as pessoas do planeta têm, gratos por ter um teto que nos protege da chuva e do frio. Devemos agradecer profundamente por ter estes bens essenciais mas que são tudo menos garantidos. 

Depois de sermos gratos e praticarmos a gratidão no nosso dia a dia, aí sim, receberemos o que merecemos…e que serão apenas coisas positivas, pois ao ser gratos diariamente já estamos a elevar a nossa vibração…já estamos a entrar na energia positiva. 

O desafio é, durante 30 dias ser grato por algo diferente todos os dias…algo que normalmente tomamos como garantido, mas de facto não é!

Experimentem…testem e verão a diferença. Se já experimentaram deixem o vosso testemunho, se ainda não o fizeram comecem já e venham contar as vossas experiências. Com certeza algo mudará 😉

 

Eu, Paula!

Chakras, os nossos centros energéticos

Já todos devem ter ouvido falar na palavra Chakra. Eu própria a utilizei no post anterior sobre Reiki (Reiki – como curar com as mãos).

Basicamente a palavra chakra vem do sânscrito “roda”, “disco” ou “centro”. Os chakras são pura e simplesmente centros energéticos localizados no nosso corpo, e que distribuem a energia através de canais próprios, que depois vão nutrir o nosso sistema e os nossos orgãos. Estes centros não são obviamente visíveis, mas é possível saber como eles estão a funcionar.

Há quem os veja como redemoinhos de energia vital, uma espécie de espirais girando a alta velocidade e cada uma destas espirais está associada a:

  • Uma cor
  • Uma parte do nosso corpo
  • Uma localização específica
  • Um elemento (Terra, Ar, Fogo, Água ou Éter)

Existem imensos chakras no nosso corpo de energia, mas vamos falar apenas dos princípais que são 7, e que são os utilizados, digamos assim, em Reiki. Estes estão situados em níveis etéreos do nosso ser , ao longo da coluna vertebral e cada um deles corresponde a uma das sete principais glândulas do corpo humano. 

Num corpo saudável todos os chakras giram a uma grande velocidade, permitindo que a energia flua para cima por intermédio do sistema endócrino. Quando um dos chakras começa a ter a sua rotação alterada, o fluxo de energia fica também ele alterado e disso pode resultar o envelhecimento ou doença.

Eles são representados por uma flor de Lótus e quantas mais pétalas tiver esta flor, mais elevada é a frequência ou vibração do chakra em si. 

  • Temos então o chakra básico, também conhecido como Muladhara, que está situado na base da coluna vertebral, associado á cor vermelha e ao elemento terra. Este chakra tem como princípio a gravidade.
  • Como segundo chakra temos o chakra umbilical, ou Svadhisthana, que se localiza na zona lombar, próximo do umbigo. É o chakra associado á cor Laranja e o seu princípio é o da polaridade. Este chakra pertence ao elemento Água.
  • O terceiro chakra principal é o chakra do Plexo Solar ou Manipura. Está associado á cor Amarelo/dourado e ao elemento Fogo e o seu princípio é o da combustão.
  • O quarto chakra, chakra cardíaco ou Anahata, está localizado na zona do peito, coração. É um chakra de elemento Ar e cor verde. O seu princípio é o do equilíbrio. 
  • O quinto chakra é olaríngeo ou Vishuddha, está localizado na zona da garganta. Tem a cor azul claro e pertence ao elemento Éter. O seu princípio é o da verdade e da harmonia.
  • O sexto chakra, ou chakra do frontal, também conhecido como Ajna situa-se na zona entre as sobrancelhas, como se fosse um terceiro olho. Está associado ao elemento Ar e á cor azul índigo. O seu princípio é o da luminescência, da radiância.
  • O sétimo e ultimo chakra principal, situado no topo da cabeça e por isso tem o nome de chakra da coroa, ou Sahasrara. É o chakra com a cor violeta ou branco e pertence ao elemento Ar. O seu princípio é o da consciência.

Cada um destes 7 chakras pode estar equilibrado ou não, por excesso ou défice, dando origem por vezes a doenças físicas. Um chakra desequilibrado pode conduzir a gaguejar por exemplo ou, em contrapartida, ter dificuldades em exprimir sentimentos por palavras. Podemos também tornar-nos numa pessoa arrogante por excesso no chakra do Plexo Solar ou, pelo contrário apática por défice. 

São apenas alguns exemplos e cada caso é um caso único. 

Algumas das vantagens da prática de Reiki e alinhamento/equilibrio dos chakras:

  • Melhoria na digestão;
  • Melhoria do sono;
  • Redução da ansiedade;
  • Redução da dor;
  • Reduz os sintomas depressivos;
  • Melhora a memória e a concentração;
  • Ajuda na recuperação mais rápida de ferimentos;
  • Aumenta a autoestima.

O que quero com este post é, partilhar um pouco do que aprendi e com que trabalho diariamente, de forma a termos cada vez mais, pessoas “abertas” ao que não é meramente físico. 

 

Eu, Paula!

Reiki – como curar com as mãos

Há muitos anos atrás ouvi falar de uma terapia que dizia curar através das mãos…o Reiki. Ouvi falar e decidi então procurar mais informações.

Pois bem, o Reiki, que é nada mais nada menos que um método japonês de cura através da energia transmitida pelo praticante com a imposição das mãos, é algo que qualquer pessoa pode aprender. É algo tão simples e tão benéfico que deveria ser ensinado a todas as crianças de todo o mundo, de forma a criar adultos melhores.

O Reiki surgiu no Japão através de Mikao Usui, um homem que se baseou em inúmeras influências importantes para criar esta terapia milenar. Um homem comum, estudioso e que decidiu partilhar este método por si criado, com a intenção de ajudar todas as pessoas possíveis. Não tem ligação a nenhuma religião, pelo que qualquer pessoa o pode praticar, sem qualquer limitação.

Há alguns anos tive a sorte de fazer a minha iniciação (uma espécie de ritual que nos capacita a saber fazer esta cura…o que nos torna Reikianos). Este “ritual” é algo bastante semelhante a uma simples meditação, e a partir daqui, estamos aptos a fazer Reiki a nós mesmos e a quem quisermos.  Esta cura é feita através das nossas mãos em determinadas zonas do corpo, chamadas de chakras, dos quais temos 7 principais, mas podemos aplicar Reiki em qualquer zona do corpo, ou até mesmo de objetos. 

O Reiki é dividido em 3 níveis, sendo que o primeiro nos inicia neste Universo e nos mostra o quão poderosa é esta Energia Universal. Com o segundo nível conseguimos enviar Reiki á distância para qualquer pessoa e/ou situação e com o nível 3 passamos nós também a ensinar…tornamo-nos Mestres/Professores de Reiki. 

Há quem tenha tido experiências muito significativas com o Reiki, e nada como experimentar para sentir a Energia do Universo.  Eu fiz já as 3 iniciações, tendo sido cada uma delas uma experiência única e por isso mesmo convido todas as pessoas a experimentar pois não se arrependerão. 

O Reiki é considerado uma filosofia de vida pois acenta em 5 princípios espirituais que são os seguintes:

Só por hoje:

Não me zango;

Não me preocupo;

Sou grata;

Trabalho com dedicação;

Sou gentil para mim e para os outros.

Seguindo este 5 princípios tornamo-nos seres humanos muito melhores, muito mais calmos e serenos, tendo ainda a grande vantagem de poder curar. E desengane-se quem acha que é fácil segui-los pois não é de todo…é uma questão de praticar todos os dias, um dia de cada vez.

 

Eu, Paula!

 

 

7 coisas que acabam com a nossa energia

Todos nós sentimos por vezes, uma quebra de energia. Decidi então partilhar com vocês 7 coisas, ou atitudes que tomamos por vezes e que pura e simplesmente acabam com a nossa energia:

  1. Fingir que estamos bem ou que está tudo bem. Ninguém está bem sempre. Todos nós temos fases menos positivas…não precisamos esconder do mundo inteiro que não estamos bem. É normal, é natural…todos passamos por isso. 
  2. Viver no passado. Pois bem, aqui está algo que eu sei que não é fácil…falo por experiência própria, e como tal sei que, viver no passado não nos ajuda em nada. O passado ficou lá atrás por alguma razão muito forte. O passado não define o nosso presente nem o nosso futuro…somos nós que definimos, somos nós que o construímos. Não é fácil, mas vamos tentar…todos os dias, dia após dia…ok?
  3. Agradar a todas as pessoas. Não…de todo!! Não podemos e nem devemos agradar a todas as pessoas. Cada um de nós é um ser único…cada um de nós tem qualidades e defeitos também. Temos sim de aprender a viver com as qualidades e defeitos uns dos outros. Isso sim é viver em harmonia…isso sim é amor. Nunca ninguém agradou a todas as pessoas!
  4. Querer dar conta de tudo. Algo que pode até parecer possível, mas que na realidade não é! Querer controlar tudo, querer saber e fazer tudo. Não. Até mesmo porque não é saudável para nós mesmos! Todos temos de parar um pouco…pela nossa sanidade mental e também pelo nosso crescimento pessoal e espiritual.
  5. Viver a vida dos outros. Quantas vezes nos damos conta e estamos a pensar na vida da vizinha, da amiga, da prima??? Pois bem, cada um com os seus problemas, cada um com os seus afazeres…devemos sim viver a nossa vida. Se o fizermos, estaremos a dar a devida atenção ao que é realmente importante para nós, sem correr o risco de descuidar aquilo que é única e exclusivamente, a nossa vida
  6. Reclamar. Algo difícil para algumas pessoas, mas não impossível. Reclamar é fácil…,mas baixa imenso a nossa energia, a nossa vibração diminui muito…além de estarmos a atrair apenas coisas menos positivas. O pensamento comanda e, ao termos pensamentos e sentimentos de gratidão em vez de estarmos constantemente a reclamar, estaremos sim a atrair tudo de positivo para nós e para quem  nos rodeia. 
  7. Pensar demais. Pensar é bom sim…ajuda a tomar decisões, a solucionar problemas, entre tantos outros. Mas, tudo o que é em excesso faz mal e pensar não é exceção. Devemos pensar sim, mas devemos também tirar uns minutos diariamente sem pensar…a melhor forma de o fazer??? Meditar. Sem dúvida que das melhoras formas de não pensar e ainda com a vantagem de nos ajudar em tudo o que seja possível e imaginário. 

 

Espero ter ajudado e espero de coração que tentem evitar estas 7 coisas que nos prejudicam tanto.

 

Eu, Paula!

Pasta de dentes natural Tailandesa

Depois de algum tempo a ver e ler algumas pessoas falar das suas experiências com uma pasta de dentes vinda da Tailândia, lá fui eu encomendar também a minha. 

Não que duvidasse ou colocasse em causa os tantos comentários e feedbacks que li mas, nada como experimentar para ver. Até porque, o facto de ser uma pasta de dentes sem qualquer componente químico, já me fez querer experimentar…wowww, uma pasta de dentes 100% natural??? A sério? Muito bom.

Outra coisa que pesou imenso na minha decisão de a encomendar foi, ela não ter fluor…pois é! Obviamente agora alguns de vocês irão dizer que o flúor faz bem e etc…pois bem, eu tenho lido bastante acerca do assunto e, na minha humilde opinião, o flúor não me vai trazer nada de positivo portanto, encomendei a minha pasta de dentes super feliz e contente. (Quanto á questão do flúor, fica para um próximo post)

Duas semanas depois, e duas semanas porque infelizmente o serviço alfandegário decidiu que queria uma visita da minha pessoa, lá recebi eu a minha tão aguardada pasta de dentes.

Assim que cheguei a casa, obviamente fui logo experimentar a tão esperada pasta. 

O cheiro lembra ervas e mostra logo que realmente é natural. Sendo uma espécie de concentração de ervas, basta apenas uma “ervilha” na escova de dentes. Depois? Depois é só disfrutar da frescura que é inigualável. Uma frescura que se sente desde o início da escovagem até ao fim…e surpresa, mesmo horas depois, após ter jantado, ainda tinha esta frescura em toda a minha boca.  

Na realidade, não se sente apenas a frescura, como também, a sensação de limpeza…nunca uma pasta de dentes me deixou com esta sensação tão forte e durante tanto tempo. 

Além de tudo isto, é uma pasta de dentes que é branqueadora…e agora pasmem-se…nota-se desde a primeira lavagem. 

Não digo que ficamos logo com os dentes mais brancos, uma diferença brutal, mas, notamos logo uma grande diferença. Quem tenha manchas, vai ver logo diferença sim. 

Não podia ter ficado mais feliz com a minha compra. Recomendo imenso e como tal, deixo-vos o link onde podem também encomendar a vossa pasta de dentes. 

https://www.neuzamariano.com/loja

Aqui poderão encontrar não só a maravilhosa pasta de dentes, como também outros artigos…nomeadamente a base de maquilhagem, também ela 100% natural, que encomendei, e da qual só irei falar, após a ter testado, visto ter uma pele super sensível e reativa. 

Qualquer dúvida ou questão, podem sempre falar com a Neuza, ela é muito querida, super acessível e uma pessoa linda. Quanto ás encomendas são super de confiança.

Espero que, tal como eu, encomendem e experimentem para entender o quão maravilhosa esta pasta é. 

 

Eu, Paula!

 

Tarot no dia-a-dia

Sendo o tarot uma arte milenar, ainda tão “mal” vista hoje em dia, é talvez, difícil para algumas pessoas interiorizar que o mesmo faça parte do dia a dia de muitas outras pessoas.

A verdade é que sim, o tarot faz parte (felizmente) da vida de muita gente. Há uns dias, ouvi uma “taróloga” dizer que para se ser tarólogo não é necessário ter qualquer curso pois ler tarot tem acima de tudo a ver com uma intuição muito forte. Não discordando do facto de que, ao ter uma intuição muito forte, conseguiremos ler melhor tarot, a verdade é que ler tarot não é um dom como muitas pessoas querem fazer crer. Ninguém até hoje, nasceu a saber ler tarot.  É verdade sim que há quem tenha uma intuição mais forte e que talvez daí tenha uma pequena ajuda, mas, nada, e repito, nada se aprende sem estudo e dedicação. Obviamente que há pessoas que sentem uma ligação com o tarot, os oráculos no geral, desde muito novas, mas, sem se dedicarem e sem estudarem cada uma das cartas, torna-se com toda a certeza mais difícil ler o que cada uma das lâminas nos pode transmitir.

Acho fundamental fazer formação e estudar tarot, da mesma forma que acho essencial passarmos um tempo com cada uma das cartas. O estudo transmite-nos uma informação e a nossa intuição e dedicação vão transmitir-nos outra. As duas complementam-se.

A responsabilidade de ler tarot para alguém é tanta que, não podemos apenas ir pela nossa intuição, até mesmo porque, não é fácil termos a certeza de que a nossa intuição está a “funcionar” bem. Tenho até visto algumas contradições no que diz respeito a intuição, portanto, não me alongo mais neste tema tão complexo.

Ao longo do tempo como taróloga, tenho estudado sempre…não deixo de estudar mesmo estando a dar consultas diariamente, pois se há algo que aprendi com o tarot, é que eu cresço diariamente como pessoa. O tarot todos os dias me “fala” de algo em mim que eu por vezes não consigo ver de forma consciente, portanto acho imprescindível que não só se façam formações de tarot, como também, se continue a estudar sempre, esta arte, esta ferramenta, esta ajuda que damos a tantas pessoas que tanto dela precisam. E devemos sempre, lembrar que, ao fazer uma consulta, ao dar ajuda a alguém através do tarot, somos responsáveis por toda a informação que transmitimos. Por vezes a pessoa do lado de lá vem ter connosco muito em baixo, muito abatida e cheia de problemas, como tal, cabe-nos a nós, verdadeiros tarólogos, informar e orientar todas as pessoas de forma verdadeira, responsável e acima de tudo com ética.

Acho super importante deixar claro que somos pessoas sérias e responsáveis com o trabalho que fazemos diariamente pois é devido a falta de informação e também de informações erradas passadas por alguns “tarólogos”, que a nossa profissão ou missão estão ainda mal vistos.

 

Eu, Paula!